Paz ao lado de quem se ama

relacionamentos blog aroeira home

Há quem diga que estamos aqui para evoluir espiritualmente, encontrar um grande amor e prosperar.

Exercícios para corpo e mente, práticas de meditação e respiração, paciência, resignação e amor ao próximo tornam essa jornada mais pacífica. Se, além disso, pudermos somar o nosso aprendizado com outra pessoa, certamente esse caminho se torna mais claro.

Uma sugestão (para quem não conhece) são os ensinamentos de Rajshree Patel. A líder humanitária ugandense e instrutora da ONG Arte de Viver inspira com sua presença e sabedoria, treinando pessoas em mais de 35 países a desenvolverem suas habilidades e consciência, facilitando seu acesso a uma vida mais produtiva e feliz. É uma das instrutoras de meditação mais amadas e respeitadas em todo o mundo, conhecida por seu intelecto, humor, dinamismo e sua habilidade de transmitir conhecimento profundo de uma forma prática e acessível. (fonte: artofliving.org)

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Recentemente, tivemos a oportunidade de ouvi-la falando sobre relacionamentos, em uma palestra realizada em Florianópolis.

Rajhree iniciou sua palestra enfatizando o primeiro ensinamento para uma vida plena:

“Ser feliz o tempo todo não é possível. Se você entender isso, será mais fácil ser feliz!”

Essa frase é consenso, porém na prática é difícil de concretizar. Por isso, a palestrante fala que o primeiro passo é o auto conhecimento. Relacionar-se consigo mesmo para encontrar equilíbrio para o relacionamento com outras pessoas. “É preciso estar conectado com você mesmo, com o seu eu. E como você consegue isso? Com respiração, meditação, yoga”, disse.

Outro ensinamento importante é dar amor sem querer algo em troca. Isso é possível se houver harmonia, verdade e comprometimento com alguns valores que envolve o relacionamento. Vocês precisam ser transparentes, sem rótulos e julgamentos. Não queira estar certa o tempo todo, preze pela harmonia. Isso é dar sem receber!

Quando você não consegue mais dar amor, contrai-se, fecha-se para o outro. Reavalie seus valores e objetivos. O que você quer para a sua vida? Segurança e confiança em você mesma é o primeiro passo para saber o que você quer de verdade.

Alguns passos para cultivar o amor, segundo a líder espiritual:

  • Meditação;
  • Agradecer os presentes que a vida lhe dá;
  • Compaixão;
  • A aceitação por si mesmo permite aceitação pelo outro;
  • Não queira mudar o outro, pois tudo que você quer mudar no outro, na verdade você quer mudar em você;
  • Cultive o amor próprio.

Para concluir as lições, Rajshree expôs algo que faz muito sentido: A maioria dos problemas dos relacionamentos estão nas pequenas coisas e é preciso saber lidar com essas pequenas questões priorizando pela harmonia, para ser feliz.  “Se é um grão de areia dentro do seu olho que está incomodando, por que não deixá-lo na praia? Na Índia é dito que quando você morre apenas duas coisas serão importantes perante a ‘Deus’: o amor você deu e quanta sabedoria você viveu”, lembra a instrutora.